terça-feira, 17 de março de 2009

O andarilho, de novo

Tenho um especial respeito pelo andarilho, personagem cada vez mais raro no mundo de hoje. Há uns dois anos vi passar um, na rua que corta a minha. Como sei que era um andarilho e não um simples homem que se dirigia à sua casa?... Mistério. O andarilho tem algo de diferente: o jeito de caminhar, uma certa indiferença pelos ambientes por onde passa, nenhuma vontade de se distrair, uma febre calma nos pés, um desapego, uma liberdade sem teoria e sem heroísmo. O andarilho é um íntimo do caminho, se não for o próprio caminho que resolveu se levantar e andar sobre si mesmo.
Andarilho não gosta de falar nem de ser assediado. Quando tentei chegar perto desse que passou na rua que corta a minha, ele apressou o passo. Fiz o mesmo, não sem constrangimento. Eu sabia que estava invadindo uma solidão sagrada. Ele me olhou por baixo da aba do chapéu e sequer vi seus olhos. Parece que os andarilhos sabem até esconder os olhos, o olhar. Talvez só precisem vislumbrar minimamente o caminho, por entre os cílios. Talvez andem de olhos fechados. E eu querendo prender a imagem dessa liberdade toda num registro fotográfico, para um projeto acadêmico... E prendi. Logo eu, que há anos busco um pouco de sabedoria na tradição oriental..., fazendo um assalto desses. Repreendi-me, claro. E fui voltando assim..., sem graça.
Confesso: vez por outra me lembro dele. E me pergunto: será que ele vai passar de novo?

(P.S. A imagem está postada lá embaixo, neste blog)

3 comentários:

  1. Belo texto. Também tenho fgascínio pela imagem do andarilho, de quem já teve algo (em tese) e depois ruma a esmo por este mundão de deus.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelas novas cores e formas do Lápis Virtual. O andarilho, belo, lembra o estrangeiro. Em ambos, o caminho "resolveu se levantar e andar sobre si mesmo".

    bj

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, Nonato, epal visita e comentário. Num mundo que tende à homogeneização (!), o andarilho é uma diferença...

    ResponderExcluir

Escreva aqui na parede seu comentário. Venho ler depois.Obrigada.

Divulgue seu blog!
Informe o código: 956
Faça pontos, ganhe brindes