terça-feira, 27 de outubro de 2009

ou a vida é, às vezes, uma ficção


Quando movi a cabeça buscando um garçom, flagrei, sem querer, a cena estranha e nada ficcional (ou a vida é, às vezes, uma ficção): uma moça almoçava sozinha e conversava com... ninguém. Com ninguém propriamente, não: com o copo de suco. Vez por outra, sorria, gesticulava, abria a folha das mãos para ele. Uma conversa amorosa, simpática. Que será que dizia?... Não parecia ser uma atriz (e dificilmente uma atriz iria ensaiar suas falas ali). Talvez sofresse de transtorno mental... Talvez estivesse exercendo o direito de amainar uma crise de solidão. Talvez achasse mais interessante conversar com um copo de suco do que com uma pessoa.

Ah, essa mania de querer compreender e explicar tudo...
A moça parecia em estado de graça, isso devia bastar. Quantos, naquele momento, estavam assim, tão bem, conversando com pessoas?...
Enfim, ela se levantou, esticou a blusa, arrumou o cabelo e foi pagar a conta. Notei que tinha um lado do corpo meio torto.

Mais torta, fiquei pensando, é essa vontade de encontrar resposta até para algo inofensivamente diferente.

8 comentários:

  1. Minha cara,
    você está no Balaio de hoje.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. O lado direito dela que esticou a blusa, arrumou o cabelo e pagou a conta, né? O outro, torto, em estado de graça, foi esse que encantou... Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Mas que leitura linda você fez!... Nem pensei nisso! Mas deve ter sido assim... E vi mesmo essa cena... Algo absolutamente inesperado. E parece que só eu vi. Não percebi ninguém olhando... Meu olho é terrível. Gosta de captar coisas assim incomuns. Ele é 'chamado'por elas... Rss... Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. E eu adoro ver o que ele viu!! Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Seu conto merece reflexos/reflexões. Ótimos dias.

    ResponderExcluir
  6. Obrigada a vocês todos pela bela visita. Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Seu texto caminha entre o engano e a verdade, que o olhar poético flagra. Bjs

    ResponderExcluir

Escreva aqui na parede seu comentário. Venho ler depois.Obrigada.

Divulgue seu blog!
Informe o código: 956
Faça pontos, ganhe brindes