terça-feira, 22 de junho de 2010

A noite

        A noite é um exercício
De nascer.

                       Os vidros
                       E o jasmim do quarto
                      O espelho
                      Úmido das conversas
                      Entre o rosto e o rosto

O corpo legislado para si
Rege re-
Banhos da memória

O nome entra pela janela
-Prima vegetal do Tempo

Recém-lido ofega
Um livro de poemas
(A beleza suspende
O saber do mundo)

Por longe a tavernagem
Arrota seus vazios...

O poeta, inofensiva roupa de criança,
Não serve às sempre
Perdidas guerras.

A noite é um exercício.

________

(in Trapézio e Outros Movimentos, 1994)

7 comentários:

  1. Nivaldete:
    A imagética do arroto vazio da tavernagem em contraste com a beleza plena de sinestesia do livro de poemas quase que não cabe na noite, de tão ansiosa por nascer. Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Rss... E assim é, Maria Teresa: o poeta tem seu êxtase solitário; os bêbados, o seu, no vozerio. E a noite nasce. Impossível que não...
    Obrigada. Um beijo.

    ResponderExcluir
  3. Poema visceral,mágico, lembra-me a poesia dos grande expressionistas alemães.

    ResponderExcluir
  4. A Noite é um poema visceral e disfórico. Lembra-me, em sua inventividade, os grandes expressionistas alemães.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo, quando escrevi esse poema e todos os demais do livro mencionado abaixo do post, estava muito (bem) impressionada com Paul Celan, filho de judeus de língua alemã. Também com Cummings... Nesse livro há outros poemas bastante truncados. Foed Castro Chamma fez, entretanto, uma leitura 'alta' deles, com base na semiótica e na psicanálise.
    Obrigada pela também 'alta' leitura. É o que salva quem renuncia ao dizer de fácil compreensão. Celan: "Dá sentido ao teu dito/ Dá-lhe a sombra".
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. À noite é quando não se aborta nenhuma conversa. Palavras ganham colo. Imprescindível esse repouso. Abç

    ResponderExcluir

Escreva aqui na parede seu comentário. Venho ler depois.Obrigada.

Divulgue seu blog!
Informe o código: 956
Faça pontos, ganhe brindes