sexta-feira, 2 de julho de 2010

bruxo de si mesmo

a dor
esse vento escuro parado
no fundo
do abismo

                          urge ser
                          bruxo de si mesmo


inverter o abismo

dançar chorando
ao redor
desse vento morto
até que ele se co-
mova
até que aceite
e-
levar
a dor

deitá-la
aos vales
do universo
                          e esperar
                          que nasça
                          outra  a-ventura

14 comentários:

  1. Dói até pensar em como esse esforço é trabalhoso; vai ver que é por isso que muitos deixem pra lá e nem se importem com o bruxo que está ali para ser.
    Lindo poema!
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. belo poema, ni:
    texto, textura,
    tessitura de si.

    ResponderExcluir
  3. Poesia ainda é descrever o indescritível... a dor e os demais sentires entre tais... belo! belíssimo! ;)

    ResponderExcluir
  4. Francisco, bela é a tua participação aqui...

    ResponderExcluir
  5. Anônimo,
    a sensibilidade
    põe-te
    entre os tecelões
    do poético

    ResponderExcluir
  6. Maria Teresa,
    parece que é assim, muitas vezes...

    ResponderExcluir
  7. Muita profundeza: "Deitá-la aos vales do universo..." ou ser arrastada pelo ímã do desprendimento? Bjs

    ResponderExcluir
  8. Segundo Carlos, o Drummond, "a dor é inevitável, mas o sofrim(v)ento é opcional".
    Maravilha de poema, Nivaldete.
    Parabéns estrelado.

    ResponderExcluir
  9. Paulo, você sempre expandindo o 'nosso' texto, soprando vento recriador... Obrigada, poeta (não esqueço Marmaré!).

    ResponderExcluir
  10. Borges, que bela a imagem do ímã atraindo o ferro da dor....!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  11. "dor parada no fundo do abismo": eis aí uma metáfora que faz o domingo valer a pena.

    um baccino
    S.

    ResponderExcluir
  12. Sheyla
    Abelha
    De luminoso
    Mel

    um baccino pra você também!

    ResponderExcluir
  13. Ah, Vicente! Que boa surpresa! Obrigada!

    ResponderExcluir

Escreva aqui na parede seu comentário. Venho ler depois.Obrigada.

Divulgue seu blog!
Informe o código: 956
Faça pontos, ganhe brindes