segunda-feira, 22 de abril de 2013

coisa, isso

 começou a escrever com tinta guache
na parede muito branca e lisa: essas coisas, sim, essas coisas, certas coisas, incertas coisas...
a palavra coisa quer dizer mesmo o quê? aquilo que não tem nome, que só se sente, que vai além do sentido?
coisa, isso... 
o que sei é que caímos em grades, nos deixamos fechar nelas,
temos a chave do cadeado mas apenas olhamos para ela com um olhar que a oxida ou  a trancamos na mão, com força, até que ela penetre a nossa carne e passe a fazer parte de nós, então podemos dizer: perdi a chave.
assim prisão e liberdade passam a estar organicamente em nós.
e por que prevalece a prisão?
os bichos. eles só entram em jaulas porque os humanos lá os põem...

ia continuar escrevendo, mas choveu de repente e o texto borrou-se pela parede abaixo.
como se chorasse.





2 comentários:

  1. Essa chuva (e esse texto) me coisaram...

    ResponderExcluir
  2. às vezes é bom ficar coisada. nesses estados assim, sem mais palavras.
    beijo pra ti, querida.

    ResponderExcluir

Escreva aqui na parede seu comentário. Venho ler depois.Obrigada.

Divulgue seu blog!
Informe o código: 956
Faça pontos, ganhe brindes