quarta-feira, 6 de agosto de 2014

O Rosto das Coisas - O Armário


Criar é incessante para mim.  Quando não basta a palavra, vou às imagens visuais, até catando formas no mofo dos cimentos e nos descascados dos muros.  Até nos (i)móveis.  É a minha catarse. Criar me ajuda a ficar em pé neste mundo tantas vezes gozado, tantas vezes 'gazado' por longe e por perto. Ou o faço porque gosto, simplesmente, como faria uma cadeira se tivesse gosto pela marcenaria -que só posso admirar.
Por hoje, fica esse Rosto das Coisas - O Armário.
Pelo jeito, virá mais...

6 comentários:

  1. Diz-se que uma imagem vale mais que mil palavras...
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. essas imagens vêm de repente, eu gosto de vê-las. uma vez quando pintei uma parede, de cal, lá estava Marilyn Monroe

    ResponderExcluir
  3. na minha rua tem uma parede interessante: o reboco foi caindo e gerando formas apenas de animais marinhos, vários

    ResponderExcluir

Escreva aqui na parede seu comentário. Venho ler depois.Obrigada.

Divulgue seu blog!
Informe o código: 956
Faça pontos, ganhe brindes